Seguros podem ajudar confiança no mercado de carbono

Atualmente, o mercado voluntário de carbono (VCM) permite que as empresas compensem suas emissões adquirindo créditos de carbono.

À medida que o mundo enfrenta a crise climática, a redução das emissões de carbono continua sendo uma prioridade.

O VCM permite que as empresas compensem suas emissões adquirindo créditos de carbono que apoiam projetos de mitigação.

O VCM enfrenta desafios significativos, como a falta de regulamentação e supervisão.

A ausência de seguro também representa um grande risco.

Porque as empresas que compram créditos de carbono podem enfrentar a invalidação dos créditos ou a liberação de carbono devido a eventos imprevistos.

Saiba mais: Mondelēz International define suas metas ambientais

Desafios e Riscos do Mercado de Carbono

O VCM ainda carece de regulamentação robusta, o que gera desconfiança em sua eficácia e ética.

Os créditos podem ser invalidados por erros na avaliação.

Por exemplo, a quantidade de carbono sequestrado ou liberado devido a desastres naturais.

Tradicionalmente, o VCM era visto apenas como uma ferramenta de sustentabilidade.

Contudo, hoje, ele a percepção sobre isso não é absoluta.

Saiba mais: Banco Mundial e IPAM criam projeções para desmatamento na Amazônia

O Papel do Seguro no Mercado de Carbono

O seguro pode transferir riscos para seguradoras.

Reduzindo a incerteza financeira e proporcionando tranquilidade aos investidores, possibilitando um crescimento exponencial no mercado.

Por exemplo, empresas como a Oka oferecem cobertura para riscos financeiros, de reputação, regulatórios climáticos, ajudando a estabilizar o mercado.

Ao compensar o custo da mitigação de risco, o seguro pode liberar capital para investimentos em novas tecnologias e soluções.

Ajudando as empresas a transicionar para modelos mais ecológicos.

Embora o mercado de seguros seja uma opção excelente para o VCM, ele sozinho não pode sozinha transformar o mercado.

Dessa forma, é necessário uma colaboração entre seguradoras, governos, órgãos industriais e especialistas.

Assim, será possível desenvolver regulamentação adequada, governança voltada para o futuro e supervisão inteligente.

Saiba mais: United Nations Carbon Offset Platform

BR ARBO e seguros de carbono

O VCM pode promover progressos significativos na descarbonização global.

Empresas que desejam fazer dos créditos de carbono uma parte eficaz de seus esforços de sustentabilidade devem considerar a consulta a corretores de seguros.

Principalmente, para orientação especializada, garantindo soluções que inspirem segurança e confiança no mercado voluntário de carbono.

A BR ARBO é uma empresa que se beneficiaria do uso de seguros.

O projeto dirigido por Gaetano Buglisi, tem um grande potencial para capturar carbono.

Se os investidores tiverem confiança no projeto, ele poderá beneficiar a descarbonização no Brasil.
Por Ana Carolina Ávila
Olá!