Ministros divulgam Plano de Desenvolvimento da Amazônia

Na terça-feira (18) de junho, parlamentares estaduais e federais se reuniram em Brasília, para debater temas cruciais para a Amazônia Legal.

Entre as pautas estavam a regularização fundiária, projetos e leis ambientais, reforma tributária e seus impactos, benefícios fiscais para indústrias e o destravamento da produção na região amazônica.

O encontro fez parte do I Fórum de Deputados e Deputadas Estaduais da Amazônia Legal.

Com a participação dos ministros Jader Filho, das Cidades, e Simone Tebet, do Planejamento e Orçamento.

Saiba mais: Banco Mundial e IPAM criam projeções para desmatamento na Amazônia

Apresentações dos Ministros no Fórum da Amazônia Legal

Simone Tebet apresentou os estudos para a integração da Região Norte ao restante do país, intitulados “Rota 1”.

Ela destacou que três das cinco rotas de integração previstas poderão ser inauguradas até o fim de 2026, incluindo o linhão de energia e o cabeamento de fibra ótica.

Jader Filho, ministro das Cidades, apresentou os investimentos do programa Minha Casa, Minha Vida na Região Norte.

Ele mencionou que, com pouco mais de um ano de projeto, a meta de dois milhões de unidades habitacionais para todo o país já está mais da metade alcançada. No entanto, ele destacou que a Região Norte vem perdendo investimentos do BNDES por falta de projetos locais.

Apesar das notícias positivas, muitos parlamentares da Amazônia Legal expressaram preocupações. Especialmente sobre as leis ambientais vigentes.

O presidente do Parlamento Amazônico, deputado Laerte Gomes (PSD-RO), considerou o fórum produtivo e ressaltou a importância da aproximação com o governo federal.

O presidente da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), deputado Soldado Sampaio (Republicanos), destacou a importância do Parlamento Amazônico. E a necessidade de ecoar os anseios da região em busca de soluções.

Importância do fórum para o projeto Mejuruá

O fórum marcou o primeiro encontro do gênero em Brasília.

Organizado pelo Parlamento Amazônico com apoio da Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais).

O fórum poderá destacar importância de projetos inovadores que promovam a sustentabilidade.

Um exemplo é o projeto Mejuruá, liderado por Gaetano Buglisi, que visa restaurar áreas degradadas na Amazônia e gerar créditos de carbono.

Este evento destacou a importância da colaboração entre os governos estaduais e o federal para enfrentar os desafios. E aproveitar as oportunidades de desenvolvimento na Amazônia Legal.

Saiba mais: AMAZÔNIA LEGAL Ministros apresentam plano de desenvolvimento da Amazônia durante fórum em Brasília

Por Ana Carolina Ávila

Olá!