Projeto de Reflorestamento: investimento de crédito de carbono

A Carbon Streaming Corporation anunciou recentemente, em colaboração com a Microsoft Corporation e a Rubicon Carbon Capital LLC, um acordo de crédito de carbono para o projeto de reflorestamento Azuero.

Localizado na Península de Azuero, no Panamá.

Este projeto envolve a restauração de 10.000 hectares de terra degradada utilizando mais de 75 espécies de árvores nativas.

O projeto deverá gerar 3,24 milhões de créditos de remoção de carbono até 2052.

A Carbon Streaming, junto com Rubicon e Microsoft, financiará 100% dos custos do projeto ao longo de sete anos.

A Microsoft comprará 100% dos créditos de carbono da Carbon Streaming gerados até 2040.

A Carbon Streaming receberá 13,5% dos créditos gerados pelo projeto.

Impacto Social e Ambiental

O Projeto de Reflorestamento de Azuero busca restaurar terras degradadas.

As terras que foram convertidas em pastagens de baixa densidade ao longo do último século.

A Ponterra Ltd., desenvolvedora líder do projeto, está restaurando essa terra utilizando uma estratégia de reflorestamento integrada.

Essa técnica envolve viveiros, bancos de sementes e envolvimento profundo da comunidade local.

Saiba mias: Panamanian reforestation project gets carbon credit investment 

Parcerias entre a Carbon Streaming, Microsoft e Rubicon

A Carbon Streaming fará um depósito inicial de US$0,315 milhões, com pagamentos adicionais de até US$6,750 milhões.

Isso ocorrerá à medida que o projeto atinge marcos de plantio e sobrevivência de mudas.

A Carbon Streaming receberá aproximadamente 438.000 créditos de carbono até 2052.

O fechamento do acordo está previsto para o final do segundo trimestre de 2024.

Saiba mais: Mondelēz International define suas metas ambientais

Projetos de reflorestamento: BR ARBO lidera no Brasil

O Projeto de Reflorestamento de Azuero representa um marco significativo na remoção de carbono baseada na natureza.

Assim como o projeto Azuero, o projeto Mejuruá, permite a proteção de uma grande reserva na Amazônia.

Tal ação permite que eles comercializem crédito de carbono, ao mesmo tempo em que fazem a conservação de um ecossistema tão vital.

Saiba mais: Deep Sky e Carbfix revolucionam as práticas de captura e armazenamento de carbono

Por Ana Carolina Ávila

Olá!